O relatório de julho do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) projetou safra mundial de soja em 2021/22 de 385,22 milhões de toneladas. Os estoques finais estão estimados em 94,49 milhões de toneladas. O mercado esperava por estoques finais de 92,3 milhões de toneladas. Em junho, o USDA indicou produção de 385,52 milhões e estoques de 92,55 milhões de toneladas.

A projeção do USDA aposta em uma safra de soja americana de 119,88 milhões de toneladas. Para o Brasil, a previsão é de uma produção de 144 milhões de toneladas. A safra da Argentina está estimada em 52 milhões de toneladas. As importações chinesas deverão ficar em 102 milhões de toneladas, contra 103 milhões do relatório anterior.

Para a temporada 2020/21, a estimativa para a safra mundial de soja ficou em 363,57 milhões de toneladas. Os estoques de passagem estão projetados em 91,49 milhões de toneladas. O mercado apostava em estoques de 87,6 milhões de toneladas.

A produção de soja no Brasil foi mantida em 137 milhões, dentro do esperado pelo mercado. Já a safra da Argentina foi reduzida de 47 milhões para 46,5 milhões de toneladas. O mercado apostava em safra de 46,4 milhões de toneladas. A previsão para as importações chinesas foi reduzida de 100 milhões para 98 milhões de toneladas.

Fonte: https://www.canalrural.com.br/projeto-soja-brasil/estoques-mundiais-de-soja-sao-estimados-em-944-mi-de-toneladas/